sábado, janeiro 14, 2012

Grupo: Vida - Trabalho - Virtual


                 GRUPO na Essência e Era VIRTUAL

Sou adepta de uma ação individual e coletiva voltada a dinâmica nos movimentos que se entrelaçam...
Na escola como professora/educadora procuro facilitar ao máximo a prática dialógica com mediação, recursos, ações e avaliações, onde todos constroem juntos e registram essa construção, que na medida que vai formando sua identidade e história, vai simultaneamente se autoavaliando, elencando os progressos e ajustes necessários no desenvolvimento e resultados das metas programadas.
Gosto de trabalhar muito em grupo e com grupos.
Abordo nesta postagem o tema GRUPO, que foi adaptada e pesquisada por mim e quero compartilhar com todos vocês. Bom proveito! (Rosangela)

GRUPO  NA ESSÊNCIA

É um resultado da dialética entre a história do grupo (movimento horizontal) e a história dos indivíduos com seus mundos internos, suas projeções e transferências (movimento vertical) no suceder da história da sociedade em que estão inseridos. 



A construção do grupo 


Um grupo se constrói através da constância da presença de seus elementos, na constância da rotina e de suas atividades. 
Um grupo se constrói na organização sistematizada de encaminhamentos, intervenções por parte do líder para a sistematização do tema em questão.
Um grupo se constrói no espaço heterogêneo das diferenças entre cada participante: da timidez de um, do afobamento do outro; da serenidade de um, da explosão do outro; da seriedade desconfiada de um, da ousadia do risco do outro; da mudez de um , da tagarelice de outro; do riso fechado de um, gargalhada debochada do outro; dos olhos miúdos de um, dos olhos esbugalhados do outro; de lividez de um, do encarnado do rosto do outro. 

Um grupo se constrói enfrentando o medo que o diferente, o novo provoca, educando o risco de ousar. 
Um grupo se constrói não na água estagnada do abafamento das explosões, dos conflitos, no medo em causar rupturas. 
Um grupo se constrói, construindo o vínculo com a autoridade entre iguais. 
Um grupo se constrói na cumplicidade do riso, da raiva, do choro, do medo, do ódio, da felicidade e do prazer.

A vida de um grupo tem vários sabores... 
No processo de construção de um grupo, o líder conta com vários instrumentos que favorecem a interação entre seus elementos e a construção do círculo com ele. 
A comida é um deles. 
É comendo junto que os afetos são simbolizados, expressos, representados, 
socializados. 
Pois comer junto, também é uma forma de conhecer o outro e a si próprio. 
A comida é uma atividade altamente socializadora num grupo, porque permite a 
vivência de um ritual de ofertas. Exercício de generosidade. 
Espaço onde cada um recebe e oferece ao outro o seu gosto, seu cheiro, sua textura, seu sabor. 
Momentos de cuidados, atenção. 
O embelezamento da travessa em que vai o ao, a “forma de coração” do bolo, a renda bordada no prato... 
Frio ou quente? 
Que perfume falará de minhas emoções?
Doce ou salgado? 
Todos esses aspectos compõe o ritual do comer junto, que é um dos ingredientes 
facilitadores da construção do grupo. 


Um grupo se constrói com ação exigente, rigorosa do líder. Jamais com a 
cumplicidade autocomplacente, com o descompromisso dos envolvidos.
Um grupo se constrói no trabalho árduo de reflexão de cada participante e do líder. 
No exercício disciplinado de instrumentos metodológicos, educa-se o prazer de se estar vivendo, conhecendo, sonhando, brigando, gostando,  comendo, bebendo, imaginando, criando; e aprendendo juntos, num grupo. 
    

Vida de grupo 

1. Vida de grupo tem: 

-Alegria, riso aberto, contentamento, folia, concentração. 

-Medo, dor, choro, conflito, perdição,desequilíbrio, hipótese falsa, pânico. 

-Entendimento, diferenças, desentendimento, briga, busca, conforto. 
-Silêncios, fala escondida, berro, fala oca, fria, fala mansa. -Generosidade, escuta, olhar atento, pedido de colo. 
-Ódio, decepção, raiva, recusa, desilusão. 
-Amor, bem querer, gratidão, afago, gesto amigo de oferta. 

2. Vida de grupo tem vários sabores: 
-Quente, frio, no ponto. 
-Doce? melado? cheiro de hortelã? 
-Castanha, chocolate, perfume de canela. 
-Salgado? Gelado, cheiro de maçã? 
-Palmito, frango, damasco. 
-Perfumes vindo da janela, lembrando o cheiro da vida vivida, gosto de hortelã. 

3. Vida de grupo dá muita ansiedadequando não recebo o produto do conhecimento mastigado, pronto, pelo líder. Ele faz mediações com o objeto a conhecer, e se eu,saindo com meu reboliço, meu furacão interno (uterino?), minhas frustrações, ansiedades, POSSO CONSTRUIR, no meu silêncio-fala interna, minha sistematização. Depois, novamente voltando ao grupo, 
posso checá-lo, provocando um aprofundamento da mesma, ou não..

4. Vida em grupo dá muita frustração porque, enquanto participante, tenho de romper com meu  acomodamento quieto, autoritário... esperando “as ordens” do  líder... e quando elas não vêm, descubro que SÓ EU posso LUTAR CONQUISTAR, CONSTRUIR, meu ESPAÇO... 
O líder pode possibilitar o rompimento da quietude, mas NÃO A AÇÃO DO CONSTRUIR, do conhecer. Essa, só o participante pode. 

5. Vida de grupo dá muito medo porque através do outro constato que sou “dono” do meu saber (e do meu não saber). 
Sou dono de minha incompetência, e portanto, RESPONSÁVEL pela minha BUSCAPROCURA de conhecer, de construir minha competência. 

6. Vida de grupo dá desânimo porque em muitas situações nos confrontamos com o caos: acúmulo de temas, processos de adaptação, hipóteses heterogêneas. 
Caos criador que nos demanda nova re-estruturação –organização. Procura da forma original própria e única adequada ao novo momento. 
Vida de grupo (ah!... vida de grupo...) 

7. Vida de grupo dá muito trabalho e muito prazer porque eu não construo nada sozinho; tropeço a cada instante com os limites do outro e os meus próprios, na construção da vida, do conhecimento, da nossa história

Grupo é... grupo 

A cada encontro: imprevisível. 
A cada interrupção da rotina: algo inusitado. 
A cada elemento novo: surpresas. 
A cada elemento já parecidamente conhecido: aspectos desconhecidos. 
A cada encontro: um novo desafio, mesmo que supostamente já vivido. 
A cada tempo: novo parto novo, compromisso fazendo história. 
A cada conflito: rompimento do estabelecido para a construção da mudança. 
A cada emoção: faceta insuspeitável. 
A cada encontro: descobrimentos de terras ainda não desbravadas. 

                                                      Grupo é grupo. 


EDUCAÇÃO E 
GRUPO NA ERA VIRTUAL
Atualmente, muitos trabalhos têm sido desenvolvidos usando Realidade Virtual (RV) que pode ser definida de uma maneira simplificada como sendo a forma mais avançada de interface do usuário de computador até agora disponível. Os avanços obtidos nesta área indicam que a mesma é bastante promissora para os diversos segmentos a ela vinculados, entre eles a educação. 


Uma definição um pouco mais refinada de realidade virtual é a seguinte : "realidade virtual é uma forma das pessoas visualizarem, manipularem e interagirem com computadores e dados extremamente complexos" (Kirner, 1996). Assim, pode-se dizer que realidade virtual é uma técnica avançada de interface, na qual o usuário pode realizar imersão, navegação e interação em um ambiente tridimensional gerado por computador, através de canais multi-sensoriais.O computador e as tecnologias disponíveis permitem a formação de grupos e seu trabalho em situações de tempo e espaço antes impossíveis sem tal tecnologia.



A formação de grupo oferece uma outra série de benefícios, tais como a interação com um conjunto de indivíduos diferentes, a maior diversidade de informações devido a existência de comunicação entre o grupo, melhor adequação aos diferentes perfis dos indivíduos, criando uma identidade grupal que reforça a manutenção e a formação de novos grupos.É muito importante o papel de cada professor como um motivador e facilitador para que esta troca entre todos para que ocorra de forma motivadora e adequada.






Professores Virtuais
CONVITE / DICA:
Se você não faz parte ainda e quiser conhecer...
PASSE e dê uma espiadinha na página do GRUPO dos Professores Virtuais pelo link: http://blogjonathancruz.blogspot.com/

2 comentários:

  1. Sensacional esta postagem, Parabéns!!! obrigado mais uma vez pela parceria, tá bom?

    abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga,sei que estamos de férias,porém gostaria de fazer um pedido para que me ajude indo no link abaixo e deixando um recadinho.Estou concorrendo com o meu texto:"Transformando um Sonho em Realidade" no concurso Educação Nota 10 do Globo.
    Por favor, visite o link e deixe um comentário por lá.
    Pode ser um pequeno comentário, pois os critérios de avaliação são:
    a repercussão do texto e os comentários.
    Será que vc pode me dar uma força?
    Conto com a sua ajuda!
    Qualquer problema, postei também o link no post do meu blog, é só ir lá e clicar (http://ler-com-prazer.blogspot.com).
    Obrigada!Paz e Luz!
    Esse é o link:
    http://www.educacao10.syncmobile.com.br/?p=576

    ResponderExcluir

Olá!Deixe seu comentário.
É muito importante e faz diferença!
Conte comigo!
Obrigada pela visita!

Parcerias Especiais!

http://www.contosearte.com/

Virginia Maria Pereira da Rocha


http://www.pedagogiadascores.com.br/

Solange Depera Gelles



EU em ENTREVISTA- Educadores Multiplicadores!

Arquivo de POSTAGENS:

Mimo no BONIFRATI...



Usando a criatividade,
todo mundo pode pensar diferente.
Que 2 + 2 são dois patinhos.
E até detrás para frente.
Se permitir criar,
Tudo pode mudar.

Seja arte, escrita, música.
Receita, caminho, solução.
O que importa é pôr a mente para funcionar
e dar à luz a imaginação

Melhor ainda, se arriscar.
Tomar coragem e compartilhar.
Deixar vir ao mundo e ao mundo mostrar.

Nada que fica na gaveta,
pode trazer boas coisas para o planeta

Abra a sua caixa secreta.
E mergulhe na mente, a sua biblioteca.
Criar é concretizar ideias.

Linguagem Escrita!

"...a escrita deve ter significado para as crianças, uma necessidade intrínsica deve ser despertada. Nelas, a escrita deve ser incorporada a uma tarefa necessária e relevante para a vida. Só então poderemos estar certos de que ela se desenvolverá não como hábito de mão e dedos, mas como uma forma nova e complexa de linguagem".
Vygotsky.

Professores!

A arte torna o trabalho educativo interessante, atraente e sedutor. Para tornar os alunos mais sensíveis e despertá-los para um mundo novo de sensações, o talento e a flexibilidade do professor, da sua arte, dependerá o êxito da sua missão.

Alegria....alegria!

ALFABETIZAÇÃO

O processo de alfabetizar é apaixonante,
antes de tudo é um ato de amor,
coragem e persistência. Pelo simples e
talvez o mais gratificante fato
de permitir ao ser pensante a liberdade
de construção da sua própria história.






CONSULTE o IDEB 2014.É só clicar no selinho ou no link.Conte comigo!

SELINHOS 2012! Obrigada!

Da amiga Leila Bambino!

Glitter Photos
Ganhei da amiga Claudia! Obrigada.
Glitter Photos
Da amiga GISELA.Obrigada!
Da amiga Viviane,Obrigada!
SELINHO A RECEBER... selo4 Glitter Photos Glitter Photos
Selinho pra você!Glitter PhotosSelinho Amigo a todos os Parceiros do Blog "Educando Com Amor"...
Selinho Compartilhado
da Parceira BIA!
Espaço para Educação
Obrigada Amiga Gracita!
Obrigada Amiga Adriana!

Seguir por e-mail

Torcedora FELIZ! Bom D +!

TORCEDORA APAIXONADA!

Vida Divina! Vida Cotidiana!

Kids
See full size image Imagem15 300x183 A ESCOLA DE ATENÇÃO ÀS DIFFERENÇAS

Orar...refletir...imagens que dizem!

ORAÇÃO pela Saúde:
Senhor Deus de amor,Pai de bondade,nós vos louvamos e agradecemospelo dom da vida,pelo amor com que cuidais de toda a criação.Vosso Filho Jesus Cristo,em sua misericórdia, assumiu a cruz dos enfermos e de todos os sofredores,sobre eles derramou a esperança de vida em plenitude.Enviai-nos, Senhor, o Vosso Espírito.Guiai a vossa Igreja, para que ela, pela conversão se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades do povo,e que a saúde se difunda sobre a Terra.Amém.






Gratidão e Interação!