terça-feira, julho 31, 2012

Conquista!Um ano de BLOG!

Hoje estou muito feliz!

UM ano de BLOG!
Quanto aprendizado!
Quanta amizade!
Quanta experiência!
Quanta realização!
Obrigada meu Deus e Senhor!
Obrigada Dinda Sabrina que me  fez chegar até aqui!
Obrigada a Você que passa, passou e está sempre por aqui.
O melhor de tudo que comemoramos com nossa amiga Betânia(Beta) doBLOG SOS Professor Atividades. 
Obrigada Amiga!



Coincidência ou não....ficamos bem parceiras e estaremos postando nossa promoção de Aniversário até o final desta semana.Vocês irão gostar muito. Tenho certeza!
    Aguardem!


segunda-feira, julho 30, 2012

Aniversário Simultâneo!

É AMANHÃ,31 de JULHO,
Aniversário 
em Parceria! 

sosprofessor-atividades.blogspot.com/

rosangelaprendizagem.blogspot.com

Obrigada SENHOR, por estarmos chegando até aqui!
FELICIDADES 1.000!

Divulgação!
Mês de Julho-Blog Aniversarinate!
Promoção de BLOG AMIGO!
Conheca e Participe do sorteio do 1º aniversário do blog "Baú da tia Keyla". Você poderá ganhar prêmios incríveis!!!
Clique aqui e se increva:
http://tkeyla.blogspot.com/2012/07/Sorteio.html#ixzz2275plUCf
Sorteio de aniversário


domingo, julho 29, 2012

domingo, julho 22, 2012

Sorteio de Aniversário!Confira!

A Amiga Beatriz do BLOG http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br irá comemorar seu niver no dia 30/07 e preparou um pequeno kit com alguns produtos da Natura e algumas tentativas de artesanato para sortear.

Confira:
* 01 Caixa de sabonete erva doce. (com 03 unidades de 90g cada).
*01 Creme hidratante para as mãos-carambola, 50ml.
*01hidratante corporal-carambola, 200ml.
*01 refil desodorante feminino-natura faces-conectada, 100ml.
*01 refil desodorante masculino-Kaiak, 100ml.
*01 Presilha para cabelos.
*02 Porta trecos.(Feitos por ela)
*01 Chaveiro de coração.(Feito por ela)
*01 Imã de geladeira. (Feito por ela)
O sorteio será realizado pela Loteria Federal no dia 01/08/2012.
A ganhadora ou o ganhador será contactado no dia 02/08/2012 
Passe lá confira as regrinhas e participe.Eu já estou na torcida!

sexta-feira, julho 13, 2012

Pedagogia Afetiva



No decorrer de sua história a educação brasileira tem passando por fases significativas de mudanças. Esta, fruto de uma pedagogia tradicional, com origem na doutrina dos jesuítas, permaneceu muito tempo com idéias puramente positivistas, onde o aluno era apenas um receptor de conteúdos prontos, transmitidos pelos professores. Por volta do século XIX surge a Escola Nova, com base na teoria educacional de John Dewey. Que propunha dá mais ênfase a ação do que a teoria. Portanto, a pedagogia da ação. Com o intuito de valorizar a experiência do aluno.

Com a ausência da escola Nova, que fracassou, surge a pedagogia tecnicista, com o desenvolvimento da indústria. Com base nas ciências e nas técnicas, onde cada aluno era visto como ferramenta de trabalho específico. Portanto, uma pedagogia com tendências muito voltadas para o positivismo. Podemos assim dizer: uma versão moderna da escola tradicional. Já nas décadas de 50 e 60 foram marcadas pela alfabetização de adultos com a pedagogia da libertação, de Paulo Freire. Pedagogia essa que veio clarear muitas mentes educadoras que passaram a ver possibilidades onde habitavam cinzas. Entretanto, nos dias atuais, mesmo com as mudanças políticas, tecnológicas, sociais, comportamentais... a educação ainda é ministrada com base tecnicista, cuja metodologia é autoritária e antidemocrática.


Percebe-se que apesar destes avanços, de se ouvir dizer que a escola é um direito de todos e dever do estado. Esta, na prática, permanece seletiva e excluidora, como sempre foi. Uma vez que usa uma medida só para todos os alunos, o que desrespeita a individualidade do ser. Daí, o triste e preocupante resultado: a cada ano, grandes escolas fecham salas de aulas. E a pergunta solta no ar: para onde estão indo seus alunos? A resposta é arrepiante: estão nas bocas de fumo tentando sobreviver. Pois a única oportunidade que têm de mudança de sua história de sofrimento é a escola. E esta, sem perceber, lhes fecha as portas.

Sabemos da importância de todos os profissionais para o desenvolvimento de um país. E, o mais interessante é que cada um deles, só se torna profissional se passar por mãos de vários educadores. Daí, eu considerar que temos capacidades suficientes para plantarmos a semente de libertação da cegueira humana em muitas mentes.

O educador é, sem dúvida, a peça mestra nesse processo de educar verdadeiramente, devendo ser encarado como um elemento essencial e fundamental. 
Quanto maior e mais rica for sua história de vida e profissional, maiores serão as possibilidades de desempenhar uma prática democrática efetiva que eduque positivamente. 
Sobre esse assunto Nóvoa (1991) afirma que “não é possível construir um conhecimento pedagógico para além dos professores, isto é, que ignore as dimensões pessoais e profissionais do trabalho docente”. Porém, não se quer dizer, com isso, que o professor seja o único responsável pelo sucesso ou insucesso do educando durante sua vida educativa, mas sim, que o seu papel é de vital importância, seja como pessoa ou como profissional. 
Para que haja esse processo educativo efetivo é necessário que algo mais permeie essa relação aluno-professor. É esse algo a mais que falta em diversas instituições de ensino. 

A afetividade, uma relação mais estreita entre o educando e o educador. 

A inter-relação entre os sentimentos, os afetos e as intuições na construção do conhecimento tem sido enfatizada por diversos autores. 
Snyders (1986) afirma que quando se ama o mundo, esse amor ilumina e ajuda a revelá-lo, a descobri-lo. O amor não é o contrário do conhecimento e pode tornar-se lucidez, necessidade de compreender, alegria de compreender. Mauco (1986) comenta que a educação afetiva deveria ser a primeira preocupação dos educadores, porque é ela que condiciona o comportamento, o caráter e a atividade cognitiva da criança. 
Goleman (1997), ao desenvolver o conceito de inteligência emocional salienta que aprendemos sempre melhor quando se trata de assuntos que nos interessam e nos quais temos prazer.
“Sabendo-se hoje que apenas conhecer bem a teoria não conduz a uma mudança na prática; por outro lado, a prática sem um embasamento teórico não possibilita a autonomia profissional” [...] (BEM-VINDO, mundo, 2006), o educador proposto a realizar transformações na vida de cada novo ser, da educação infantil deve prosseguir com sua formação, mesmo depois de frequentada a Academia como aluno e a sala de aula como professor. Ter claro também, que esse trabalho pedagógico, em equipe, possibilita grandes e novos aprendizados para si e para a renovação de um cotidiano escolar bem mais construtivo para as crianças. Gostar apenas não é o principal requisito para se estar nessa profissão e sim, o pensamento reflexivo sobre o quê e o porquê lidar com esses sujeitos. Conhecer seus pontos fortes e fracos e fazer desses, meios adequados para se chegar aos fins. Saber que a criança é um ser em desenvolvimento com suas particularidades, contribui e muito para uma rica troca de idéias e (re) construção de saberes entre educador e educando, no âmbito escolar, o qual nos dias de hoje tem sido o local institucionalizador de tempo integral em que os pais, por um motivo ou outro transferem responsabilidades extras para tal.

Talvez, se pudéssemos avaliar qual a profissão mais importante existente no mundo, levaríamos horas, dias de discussão, mas chegaríamos a uma conclusão: todos passam pelas mãos de mestres educadores, alguns se tornando futuros mestres também.

Que o papel de educador infantil fortaleça-se cada vez mais, e que esses sejam os verdadeiros interessados pela busca de um mundo sempre melhor.

Portanto, assim como no filme Ser e Ter, o papel do professor abrange mais do que a rotina de sala de aula, mas completa-se pelo cuidado do professor em relação ao seu aluno. Partindo desta idéia, é possível perceber a necessidade do professor ter um olhar zeloso sobre a criança, um olhar que o acompanhe em casa, no pátio da escola, nos corredores da escola e principalmente dentro da sala de aula. Para tanto, é necessário que haja envolvimento, afeto, dedicação, pois somente assim formar-se-á cidadãos mais reflexivos que contribuirão para uma sociedade melhor.


Fazer a PEDAGOGIA AFETIVA...
É desenvolver a afetividade da criança
"O aprender está ligado ao afetivo"

O QUE FAZER PARA QUE ESTA AFETIVIDADE SEJA BEM DESENVOLVIDA?
O desenvolvimento da afetividade pressupõe três pontos básicos:
LIMITES - MITOS DO COTIDIANO - RITMOS
POR QUE A AFETIVIDADE?
A afetividade é a base da vida. Se o ser humano não está bem afetivamente,sua ação como ser social estará comprometida. Isto vale independentemente de sexo, idade,cultura.
"Se a criança não está bem afetivamente, ela não aprende.

LIMITES
Limite é ensinar que as pessoas não podem nem são capazes de fazer tudo o que querem.
" Se a criança está feliz,ela aprende, ela faz"
" Aprender deve estar ligado a efetividade para ser prazeroso, gostoso..."
" Limite não é castigo"

MITOS DO COTIDIANO...
É PRECISO RESGATAR A TRADIÇÃO COM RELAÇÃO A FAMÍLIA,PROFESSORES, BRINQUEDOS, BRINCADEIRAS, HISTÓRIAS....
RITMOS
É preciso respeitar o ritmo de cada criança...


Fonte:ROSSINI, Maria Augusta Sanches. Pedagogia Afetiva. Petrópolis, RJ:vozes,2001.


quinta-feira, julho 12, 2012

Pedagogia de Paulo Freire

Paulo Reglus Neves Freire (Recife, 19 de setembro de 1921 — São Paulo, 2 de maio de1997) foi um educador e filósofo brasileiro. É Patrono da Educação Brasileira.

Paulo Freire é considerado um dos pensadores mais notáveis na história da Pedagogiamundial,[1] tendo influenciado o movimento chamado pedagogia crítica. A sua prática didática fundamentava-se na crença de que o educando assimilaria o objeto de estudo fazendo uso de uma prática dialética com a realidade, em contraposição à por ele denominada educação bancária, tecnicista e alienante: o educando criaria sua própria educação, fazendo ele próprio o caminho, e não seguindo um já previamente construído; libertando-se de chavões alienantes, o educando seguiria e criaria o rumo do seu aprendizado.

Destacou-se por seu trabalho na área da educação popular, voltada tanto para a escolarização como para a formação da consciência política. Autor de Pedagogia do Oprimido, um método de alfabetização dialético, se diferenciou do "vanguardismo" dos intelectuais de esquerda tradicionais e sempre defendeu o diálogo com as pessoas simples, não só como método, mas como um modo de ser realmente democrático.

Em 13 de abril de 2012, foi sancionada a lei 12.612 que declara o educador Paulo Freire Patrono da Educação Brasileira.[2]

Foi o brasileiro mais homenageado da história: ganhou 41 títulos de Doutor Honoris Causa de universidades como Harvard, Cambridge e Oxford.


quarta-feira, julho 11, 2012

Blocos Lógicos


(Rosangela Vali)
A geometria exige uma maneira específica de raciocinar, explorar e descobrir, fatores que desempenham importante papel na concepção de espaço pela criança.
As figuras geométricas mais conhecidas pelos alunos são o quadrado, o retângulo, o triângulo e o círculo.
Nas classes de educação infantil, os blocos lógicos, pequenas peças geométricas, criadas na década de 50 pelo matemático húngaro Zoltan Paul Dienes, são bastante eficientes para que os alunos exercitem a lógica e evoluam no raciocínio abstrato. Foram utilizados de modo sistemático com crianças pelo psicólogo russo Vygotsky (1890-1934), quando ele estudava a formação dos conceitos infantis.
Eles facilitarão a vida dos alunos nos futuros encontros com números, operações, equações e outros conceitos da disciplina.
Sua função é dar aos alunos ideias das primeiras operações lógicas, como correspondência e classificação. Essa importância atribuída aos materiais concretos tem raiz nas pesquisas do psicólogo suíço Jean Piaget (1896-1980).
Segundo Piaget, a aprendizagem da Matemática envolve o conhecimento físico e o lógico-matemático. No caso dos blocos, o conhecimento físico ocorre quando o aluno manuseia, observa e identifica os atributos de cadapeça.
O lógico-matemático se dá quando ela usa esses atributos sem ter o material em mãos (raciocínio abstrato).
Os blocos lógicos foram criados na década de 50 pelo matemático húngaro Zoltan Paul Dienes e são eficientes para que os alunos exercitem a lógica e evoluam no raciocínio abstrato.

Constituem um material extraordinário para estimular na criança, a análise, o raciocínio e o julgamento, partindo da ação, para então desenvolver a linguagem. De 1890 a 1934 foram utilizados de modo sistemático com crianças pelo psicólogo russo Vygotsky, quando ele estudava a formação dos conceitos infantis.

Os blocos lógicos constituem-se de caixas contendo 48 peças divididas.
Os atributos são: três cores (vermelho, amarelo e azul), dois tamanhos(pequeno e grande), duas espessuras (fino e grosso), quatro formas (retangular, quadrada, triangular e circular).
*Desenhe no quadro-negro uma tabela para fazer juntamente com os estudantes a classificação dos Blocos Lógicos.
*Crie com os alunos os símbolos que irão representar os atributos na tabela.
Após a criação dos símbolos, aponte no quadro os atributos para que os estudantes possam separar as peças de acordo com a sua escolha. Por exemplo: se apontar a cor vermelha, os estudantes deverão separar todas as peças vermelhas. Ao mesmo tempo em que aponta para o atributo, diga o nome dele. Ou seja, se apontar para o "P", diga "pequeno". Para que os alunos abstraiam os atributos, é preciso que as peças não sejam mostradas neste momento.
Diga para os estudantes que eles irão brincar com um jogo, chamado "Siga o comando", cuja regra é seguir os comandos dados pelo professor.
Primeiro trabalha-se apenas com um atributo, depois com dois e assim por diante. Veja como podem ser dados os comandos: separem todas as peças azuis; agora, separem dessas peças azuis, as peças finas; dessas peças finas, separem as peças grandes; agora, que restam poucas peças, quero a peça quadrada.
Nesse exemplo, trabalha-se com todos os atributos: cor, espessura, tamanho e forma. Veja que existem 48 possibilidades diferentes para se dar os comandos.

SUGESTÕES DE USO
1-O professor distribui a caixa com os os blocos lógicos. Orienta a criança para que explore o material, olhe, manuseie e brinque.
2-Em conversa informal, o professor distribui a caixa com os blocos introduz a terminologia classificativa de cada peça de acordo com cores, formas, tamanho e espessura.O professor sugere questões para que cada peça fique no seu lugar. Cada aluno terá de pensar lá consigo: Qual a coluna que pode conter a peça que tenho na mão? E qual a fila que pode conter a mesma peça? E depois de descobrir ambas, e achar o seu cruzamento, o aluno fez a intersecção de conjuntos.
3-Empilhando peças:
4-Blocos lógicos espalhados pelo chão e os alunos em círculo, um aluno pega a primeira peça e coloca no meio e depois os outros vão empilhando as peças umas por cima das outras de forma a não derrubar a torre. A moral é que os alunos vão ter que ir escolhendo as melhores peças para não deixar cair a torre.
5-Blocos lógicos espalhados pelo chão, formar o conjunto das peças que não são triângulos. Esse jogo familiariza a criança com a negação, com o conjunto complementar.



Mais sugestões de atividades e jogos:

Explorando as figuras geométricas:
Objetivo – 
• Compreender e desenvolver as noções básicas das figuras geométricas.
• Desenvolver conceitos, semelhanças e diferenças, comparações, identificações das formas
• Seqüência de cores e formas.

Desenvolvimento –
1ª etapa - Fazer a apresentação em roda dos blocos lógicos, mostrando as formas, nomeando e manuseando as formas para fazer o reconhecimento.
Fazer um levantamento de informações, fazendo perguntas: explorando cor, forma e espessura.

2ª etapa – Entregar uma caixa de blocos lógicos para cada mesa e propor um desafio. Construir a torre mais alta possível com o material disponível, e que a torre não pode cair.

3ª etapa – Para refletir sobre a etapa anterior, propor que a turma examine as construções. Na torre anterior que tipos de peças foram usadas? Por que ela ficou mais alta? Se uma das torres tiver caído, levar a classe a entender o porquê?

4ª etapa – Reunir novamente os objetos e organizar um novo jogo. Agora um dos grupos terá de pegar a figura no menor tempo possível, a figura descrita pelo outro grupo.

5ª etapa – Propor agora as crianças que observem as cores dos blocos e pinte a seqüência de acordo com as cores.


1 - BINGO
Material: cartela com os desenhos dos blocos lógicos, escolhidos pelas crianças.
Cada criança recebe uma cartela e desenha e pinta as peças que quiser. Após a professora sorteia uma peça do bloco lógico e as crianças marcam um "x" caso tenham a peça desenhada na cartela.

2 - SOPÃO
Material: Uma vasilha (panelão) e os blocos lógicos
As crianças sentam em volta do panelão, para preparar a sopa. A professora vai dando instruções sobre qual ingredientes precisa para a sopa, exemplo: "quem tem um nabo grande e amarelo?", "quem tem um pimentão vermelho e pequeno?", e assim por diante. O aluno que tiver as peças pedidas vai colocando no panelão, a professora mexe e prova a sopa, sempre pedindo mais ingrediente até que todos participem.

3 - O MESTRE MANDOU...
Material: uma peça de bloco lógico para cada criança
As crianças sentam em círculo. Distribuir uma peça do bloco lógico para os alunos. A professora deve sentar no centro do círculo e solicitar que os alunos que tiverem a peça pedida também sente. Pode-se começar com um atributo e depois ir dificultando mais, exemplo: venha para o círculo quem tiver uma peça azul, venha para o círculo quem tiver um quadrado azul e assim por diante.

Existem vários sites e blogs com sugestões de atividades com blocos lógicos. Há jogos mais complexos, assim você pode usar os blocos durante o ano inteiro.


4-JOGO LIVRE
Primeiramente, os alunos reconhecerão o material. Formarão desenhos com as formas dos blocos lógicos, observando e comparando as cores, os tamanhos e as formas. Esse trabalho poderá ser feito em grupo, pois os alunos, através de diálogos, enriquecerão o conhecimento das características físicas de cada bloco. 

5- EMPILHANDO PEÇAS 
Peças do material espalhadas pela mesa (ou pelo chão). Cada aluno deverá pegar uma peça e colocar no centro do grupo, de modo que as peças serão empilhadas uma a uma. O aluno deverá fazer de tudo para a “torre” não cair. Para isso os alunos terão que pensar nas peças mais adequadas para a base, meio ou topo da torre deixando as “piores” para o companheiro seguinte. Nesta atividade os alunos desenvolverão a capacidade de discernimento, raciocínio lógico e motricidade.

6- JOGO DA CLASSIFICAÇÃO 
Apresentar um quadro às crianças para que classifiquem os blocos. Criar junto com os alunos os atributos que serão dados para os tipos de blocos existentes. Exemplos: a) as quatro formas: círculo, quadrado, retângulo e triângulo b) as duas espessuras: grosso e fino c) os dois tamanhos: pequeno e grande d) as cores: amarelo, azul e vermelho Fazer em cartolina um quadro. Escolher alguns atributos e pedir aos alunos que separem os blocos de acordo com os atributos escolhidos. Primeiramente, escolher apenas um atributo (quadrada). Exemplo: separar apenas as peças quadradas. Depois, ir acrescentando atributos (vermelha, fina, pequena). Os alunos irão completar o quadro com a peça quadrada, pequena, fina e vermelha.

7-O JOGO DAS DIFERENÇAS 
Neste jogo os alunos observarão três peças sobre o quadro. Exemplo: 1- triângulo, amarelo, grosso e grande; 2- quadrado, amarelo, grosso e grande; 3- retângulo, amarelo, grosso e grande; Eles deverão escolher aquarta peça (círculo, amarelo, grosso e grande) observando que, entre ela e sua vizinha, deverá haver o mesmo número de diferenças existente entre as outras duas peças do quadro (a diferença na forma). As peças serão colocadas pela professora de forma que, em primeiro lugar, haja apenas uma diferença. Depois duas, três e, por fim, quatro diferenças entre as peças. Os alunos farão comparações cada vez mais rápidas quando estiverem pensando na peça que se encaixe em todas as condições.

Outras atividades:


Leitura/Promoção/Resposta contemplada.Confira!


Cada qual mostrou seu lado leitor e de fazer leitores.
Parabéns a todos!
Posso resumir em alguns parágrafos o belo conteúdo e vivências por vocês relatados e que muito valorizou o resultado final:

Acreditar... 

...que é sempre positivo investir sempre em nossas crianças e jovens...
...que todos pela LEITURA podem descobrir o mundo encantador e mágico de outros mundos; que podem  libertar seus mundos interiores, seus desejos, suas frustrações, suas imaginações; que podem fazer novas descobertas, novos registros, conhecer autores e ilustradores diversos; que podem ganhar e comprar material diversificado de leitura e que podem ler tudo o que está a sua volta, pois LEITURA se faz a todo instante.
...que todos podemos ter e ser o acesso e incentivo a toda e qualquer forma de Leitura, respeitando a idade e o jeito de ser  de cada leitor.

Acreditar SEMPRE que pelo exemplo, amor, contato, criatividade, curiosidade, dinâmicas,projetos diversos,utilização de textos diferenciados (livros, figuras, quadrinhos, revistas, poemas, jornais, palavra cruzadas,tirinhas,charges...),de idas e vindas em espaços direcionados(biblioteca, casa, parque, sala de aula...), podemos fazer a diferença para muita gente.
Enfim...sem mais delongas...a resposta contemplada com o  KIT DE LIVROS da Ação Incentivo à Leitura foi...

Desde sempre aaammooo livros infantis. Tenho dois filhos, o Fe, que nasceu especial e hoje já tem 20 anos e o Dudu que está com 7 anos.Quando o Fe nasceu fui alvo de muitas criticas por insistir que ele estudasse, mesmo ouvindo dos médicos que seria inútil tentar alfabetizá-lo. Nunca desisti e desde muito cedo estimulei-o como pude.Tocava cantigas de rodas no violão, assistia mil vezes as fitas de desenhos que ele mais gostava e todas, todas as noites lia um livro pra ele. Hoje o Fe sabe ler e escrever muito bem e a sua maior diversão é a internet. O mesmo fiz com o Dudu. Até hoje ainda temos hábito de ler uma história ou um livro por noite. Não dormimos sem este momento mágico, de puro amor e troca. Com algumas histórias rimos muito, com outras choramos juntos, nos emocionamos e discutimos sobre coisas do dia a dia. Amooo livro infantil!!! Eles fazem parte da minha vida, da minha história de vida.



De: ADRIANA CARLA SOARES DE ARAGÃO

PARABÉNS!

domingo, julho 08, 2012

Participe da Promoção!Encerra em 9 de julho(segunda-feira)

Obrigada a você que já participou e está na expectativa.
Quarta-feira será divulgado o resultado via Blog.

Veja as regrinhas para Participar:

Podem participar professores, especialistas na área da educação, saúde, pais e outros que se envolvem e convivem com essa prática.

Todas as respostas serão avaliadas e a melhor receberá em seu endereço, um KIT com cinco livros iguais aos da ilustração, com conteúdos encantadores, via Fundação BUNGE.

O Kit contém:

1-A Árvore Generosa, de Shel Silverstein
2-Flora, de Bartolomeu Campos de Queirós
3-Lendas e Mitos dos Índios Brasileiros, de Walde-Mar de Andrade e Silva
4-Obax, de André Neves
5-Um Pé de Vento, de André Neves

Para participar você precisa seguir todas as regras abaixo:

1º)Ser ou tornar-se seguidor(a) do Blog:




2º)Enviar UMA RESPOSTA(POSTAGEM) com seu nome completo para o 
e-mail: rosangelavali@hotmail.com, respondendo a pergunta:

-De que forma você estimula a criança ou o jovem a desenvolver o gosto pela leitura?

3º)O prazo para enviar sua resposta inicia hoje,dia 25 de Junho e se encerra no dia 09 de Julho,do corrente ano.

4º)Dia 11 de julho, anunciaremos o(a) ganhador(a) no Blog ROSA.ANGEL.Aprendiz e entraremos em contato com o(a) mesmo(a).

A resposta vencedora, terá publicação no Blog.

5º)Caso sua resposta for a escolhida, entraremos em contato para solicitar e enviar os livros para seu endereço.
Ei você...aproveite a oportunidade e Participe...

Poderá ser contemplado(a)....
...quem não arrisca, não petisca.










Parcerias Especiais!

http://www.contosearte.com/

Virginia Maria Pereira da Rocha


http://www.pedagogiadascores.com.br/

Solange Depera Gelles



EU em ENTREVISTA- Educadores Multiplicadores!

Arquivo de POSTAGENS:

Mimo no BONIFRATI...



Usando a criatividade,
todo mundo pode pensar diferente.
Que 2 + 2 são dois patinhos.
E até detrás para frente.
Se permitir criar,
Tudo pode mudar.

Seja arte, escrita, música.
Receita, caminho, solução.
O que importa é pôr a mente para funcionar
e dar à luz a imaginação

Melhor ainda, se arriscar.
Tomar coragem e compartilhar.
Deixar vir ao mundo e ao mundo mostrar.

Nada que fica na gaveta,
pode trazer boas coisas para o planeta

Abra a sua caixa secreta.
E mergulhe na mente, a sua biblioteca.
Criar é concretizar ideias.

Linguagem Escrita!

"...a escrita deve ter significado para as crianças, uma necessidade intrínsica deve ser despertada. Nelas, a escrita deve ser incorporada a uma tarefa necessária e relevante para a vida. Só então poderemos estar certos de que ela se desenvolverá não como hábito de mão e dedos, mas como uma forma nova e complexa de linguagem".
Vygotsky.

Professores!

A arte torna o trabalho educativo interessante, atraente e sedutor. Para tornar os alunos mais sensíveis e despertá-los para um mundo novo de sensações, o talento e a flexibilidade do professor, da sua arte, dependerá o êxito da sua missão.

Alegria....alegria!

ALFABETIZAÇÃO

O processo de alfabetizar é apaixonante,
antes de tudo é um ato de amor,
coragem e persistência. Pelo simples e
talvez o mais gratificante fato
de permitir ao ser pensante a liberdade
de construção da sua própria história.






CONSULTE o IDEB 2014.É só clicar no selinho ou no link.Conte comigo!

SELINHOS 2012! Obrigada!

Da amiga Leila Bambino!

Glitter Photos
Ganhei da amiga Claudia! Obrigada.
Glitter Photos
Da amiga GISELA.Obrigada!
Da amiga Viviane,Obrigada!
SELINHO A RECEBER... selo4 Glitter Photos Glitter Photos
Selinho pra você!Glitter PhotosSelinho Amigo a todos os Parceiros do Blog "Educando Com Amor"...
Selinho Compartilhado
da Parceira BIA!
Espaço para Educação
Obrigada Amiga Gracita!
Obrigada Amiga Adriana!

Seguir por e-mail

Torcedora FELIZ! Bom D +!

TORCEDORA APAIXONADA!

Vida Divina! Vida Cotidiana!

Kids
See full size image Imagem15 300x183 A ESCOLA DE ATENÇÃO ÀS DIFFERENÇAS

Orar...refletir...imagens que dizem!

ORAÇÃO pela Saúde:
Senhor Deus de amor,Pai de bondade,nós vos louvamos e agradecemospelo dom da vida,pelo amor com que cuidais de toda a criação.Vosso Filho Jesus Cristo,em sua misericórdia, assumiu a cruz dos enfermos e de todos os sofredores,sobre eles derramou a esperança de vida em plenitude.Enviai-nos, Senhor, o Vosso Espírito.Guiai a vossa Igreja, para que ela, pela conversão se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades do povo,e que a saúde se difunda sobre a Terra.Amém.






Gratidão e Interação!